24 setembro 2013

Citações do livro "A culpa é das estrelas"

Eu meio que virei uma pequena fã do livro “A culpa é das estrelas” e pirei muito quando descobri que iria ter adaptação cinematográfica do livro. Então, neste lindo clima de “Okay? Okay.” Trago a vocês algumas citações do livro que eu mais gostei. (Metade do livro, mas ok.)


— Eu sou tipo. Tipo. Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas, tá? Eu sou uma granada — repeti. — Só quero ficar longe das pessoas, ler livros, pensar e ficar com vocês dois, porque não há nada que eu possa fazer para não ferir vocês; vocês estão envolvidos demais, por isso me deixem fazer isso, tá? Não estou deprimida. Não preciso sair mais. E não posso ser uma adolescente normal porque sou uma granada.”



Não posso falar da nossa história de amor, então vou falar de matemática. Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. Um escritor de quem costumávamos gostar nos ensinou isso. Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Queria mais números do que provavelmente vou ter, e, por Deus, queria mais números para o Augustus Waters do que os que ele teve. Mas, Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não o trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso.
- Hazel Grace

Sempre pensei que o mundo fosse uma fábrica de realização de desejos. 
— 
A Culpa é das Estrelas


- Podemos nos ver de novo ? – perguntou, e havia um nervosismo fofo na voz dele.

Sorri.
- Claro
- Amanhã ?
- Paciência, Gafanhoto - aconselhei – Assim vai parecer que você está ansioso demais.
- Exatamente. Foi por isso que eu falei “amanhã”. Quero ver você de novo hoje à noite. Mas estou disposto a esperar a noite toda e boa parte do dia de amanhã.
Revirei os olhos.
- Estou falando sério – ele disse.
- Você nem me conhece direito. – Peguei o livro de dentro do console. – Que tal se eu ligar pra você assim que acabar de ler isto?
- Mas você não sabe qual é o número do meu telefone – ele disse.
- Tenho motivos para acreditar que você anotou o número no livro.
Ele abriu aquele sorrisinho meio bobo.
- E você ainda diz que a gente não se conhece direito.

— 
A Culpa é das Estrelas


Contei ao Augustus a versão resumida do meu milagre diagnosticada com câncer de tireoide em estágio IV aos treze anos. (Não contei que o diagnóstico veio três meses depois da minha primeira menstruação. Tipo: Parabéns! Você já é uma mulher. Agora morra.)
— 
A Culpa é das Estrelas


- O.k
- O.k
- Ai meu Deus, pare de flertar comigo!
— 
A Culpa é das Estrelas

O verdadeiro amor nasce em tempos difíceis.
— 
A Culpa é Das Estrelas



Os verdadeiros heróis, no fim das contas, não são as pessoas que realizam certas coisas; os verdadeiros heróis são as que REPARAM nas coisas.
— 
A Culpa é das Estrelas - John Green




E as duas palavras que marcou o relacionamento de Hazel e Gus: 

6 comentários:

  1. Adorei o post, tem também uma frase que eu achei linda e que não esta no post, que é a seguinte: "Senhor, dê me serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar, coragem para modificar as que posso e sabedoria para reconhecer a diferença entre elas"

    http://conversadecloset.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a frase, quando eu chegar em casa vou adiciona-lá na postagem!

      Excluir
  2. Adorei as frases, são simplesmente perfeitas.
    Obrigada pela visita, espero que volte sempre.

    ansiedadefeminina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro as frases desse livro, todas tão perfeitas, tão verdadeira, cheias de sentimento.
    Adoro esse livro.
    Beijos.

    sonhosdegarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post *-* Estou doida pra ler este livro, já estou apaixonada por ele sem nem tê-lo encostado um dedo sequer.. hahah beijoos

    http://coisadalud.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. " (...)E por mais ou menos um segundo fui uma pessoa boa o suficiente para torcer que ela morresse e nunca ficasse sabendo que eu também ia morrer. Mas aí eu quis mais tempo para que pudéssemos nos apaixonar. Creio que meu desejo foi realizado. Eu deixei a minha cicatriz. (...)"
    - Augustus Waters

    ResponderExcluir

- Sejam bem vindos ao Escritas de Verão
- No final do comentário deixe o link do seu blog que eu irei olhar seus post e comentar nos quais eu gostar :D
- Sugestão/Criticas Construtivas são bem vindas
- Sem xingamentos por favor!

© Escritas de verão - 2014. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.